Data source

Date

Thumbnail

Search results

7,654 records were found.

A grave crise económica que a Europa está a viver tem efeitos diretos no panorama político interno de muitos países da UE. A longo prazo as repercussões serão muito mais profundas.
Face à conjuntura de crise e transformação do projeto europeu, Portugal deverá definir, tal como os outros estados-membros, quais são os seus objetivos no que respeita a essa mesma transformação. O artigo apresenta um conjunto de recomendações para ajudar na definição de uma agenda de Portugal para a UE concentrando-se nas políticas comercial, de coesão, agrícola comum, de cooperação, de concorrência, assim como nas redes transeuropeias.
A Croácia vai ingressar durante o mês de julho como membro da União Europeia., após sete anos de negociações.
Depois da próxima adesão da Croácia à União Europeia, ainda ficarão na península balcânica cinco países (seis contando com o Kosovo), cujo único futuro possível é a sua inclusão no projeto comunitário.
Este ensaio tem como objetivo apresentar um estudo sobre a compatibilidade entre o interesse nacional e soberania no plano europeu. O conceito de soberania sofreu algumas alterações do ponto de vista conceptual, não pode ser vista hoje à luz das teorias clássicas, dado que o sistema internacional é completamente diferente hoje em dia. Por outro lado, no plano europeu, os Estados podem continuar a defender os seus interesses nacionais, podendo até reforçá-los desde que consigam coincidir estes ou fazer deles interesses comuns europeus.
A atual crise da Zona Euro não resultou de causas internas ou externas relativamente recentes. Não foram a falência do Lehman Brothers, ou a crescente insolvência dos países periféricos da Europa do sul, que estiveram na origem do descalabro de hoje em dia. Na realidade estes foram apenas epifenómenos pouco relevantes num processo mais antigo e mais profundo: a irracional fixação inicial do câmbio do Euro, associada à ibstinada teimosia alemã em manter o seu valor no nível mais alto possível.
Por razões de política interna, o primeiro-ministro britânico quer renegociar a permanência na União Europeia e já lhe chamam o aprendiz de feiticeiro...
Harmonizar os procedimentos da aviação militar na União Europeia sob a égide da Agência Europeia de Defesa vai trazer múltiplos benef'cios
Esta reunião foi para convencer os países da UE mais renitentes sobre a necessidade de intervenção dos EUA no Iraque
No âmbito da PESD relato daquela que foi a sua primeira tradução externa, a Missão de polícia da União Europeia para a Bósnia-Herzegovina
A Europa da defesa escorrega e cada vez é mais negro o cenário da sua construção
Pertenceu ao IESM e, anteriormente, ao ISNG.