Data source

Date

Thumbnail

Search results

44 records were found.

Este artigo analisa as alterações sofridas no Golfo Pérsico ao nível da geopolítica da energia. As novas potências emergentes estão a dar uma nova dinâmica à oferta e à procura, por outro lado, a relação privilegiada entre a Arábia Saudita e os Estados Unidos da América foi abalada pela tentativa americana de romper o modelo da OPEP no Iraque. O aumento do consumo do gás natural em detrimento do consumo do petróleo, pelas economias desenvolvidas, está a criar uma alteração no grau de importância dos países produtores, como sejam, a Rússia, o Irão e o Qatar, ricos em gás natural que, a longo prazo tendem a sobrepor-se à Arábia Saudita. Conclui-se que o futuro da região do Médio Oriente poderá depender das opções estratégicas dos Estados Unidos.
Face à conjuntura de crise e transformação do projeto europeu, Portugal deverá definir, tal como os outros estados-membros, quais são os seus objetivos no que respeita a essa mesma transformação. O artigo apresenta um conjunto de recomendações para ajudar na definição de uma agenda de Portugal para a UE concentrando-se nas políticas comercial, de coesão, agrícola comum, de cooperação, de concorrência, assim como nas redes transeuropeias.
Reflexão sobre os oceanos dos pontos de vista geoestratégicos, geopolíticos e geoeconómicos e o sistema internacional no horizonte 2030