Data source

Thumbnail

Search results

652 records were found.

Documento
Fotocópia da Ordem do Dia do Marechal Foch dirigida aos oficiais, sargentos e soldados dos Exércitos Aliados, datada de 12 de Novembro de 1918, dia seguinte ao da assinatura do Armistício. No verso contem uma dedicatória da Liga dos Combatentes ao Marechal Craveiro Lopes, assinada pelo Secretário-Geral João Jayme de Faria Affonso, em 09/04/1962.
Espoleta
Espoleta de granada, com os dizeres: «Nº83 - II - 62/18 - 546 - 32». Utilizada durante a Grande Guerra. Não existe informação sobre o processo de integração no acervo deste Museu.
Mocas de madeira
Conjunto de duas (2) mocas de madeira, com trabalho indígena, de origem africana (possivelmente de origem moçambicana ou angolana) colocadas em expositor com múltiplas peças do mesmo âmbito.

Candeeiro de mesa, feito a partir de uma granada, com base de suporte em mármore. O ofertante foi combatente em África.
Cantil
Cantil e copo de esmalte, em tons de verde, utilizados na Primeira Guerra Mundial. As duas peças apresentam uma perfuração de bala. A peça foi doada pelo combatente português da Primeira Guerra Mundial em África e em França, Raúl da Silva Belém.
Granada com balas
Cartucho com granada com balas, portuguesa, de artilharia de montanha de 7cm, m/906-911, Schneider & Cie.(1911). O ofertante foi combatente em África e França.

Conjunto de três (3) machadinhas de origem africana colocadas em expositor com múltiplas peças do mesmo âmbito.
Estilhaços de granada
Doze (12) estilhaços de granada apanhados numa das margens do Rio Escalda, em dezembro de 1918, ainda do período da Primeira Guerra Mundial. A peça foi ofertada por João Jayme de Faria Affonso, combatente português em França durante a I Guerra Mundial. Estilhaços colocados sobre base de veludo vermelho escuro.
Fotografia
Fotografia emoldurada do General Daniel Rodrigues de Sousa. Do período da Grande Guerra. Foi Ministro da Guerra (1932-1933); Presidente da Comissão Administrativa da Câmara Municipal de Lisboa, em cuja qualidade integrou a Câmara Corporativa (1934-1938); Presidente da Comissão Central Administrativa da Liga dos Combatentes da Grande Guerra, de 25 de Novembro de 1937 a 30 de Abril de 1958. Fonte: http://app.parlamento.pt.
Pontas de lança/azagaia
Conjunto de oito (8) pontas de lança/azagaia tridente, apreendidas ao gentio, nas campanhas da África Oriental Portuguesa, durante a Guerra do Gungunhana em 1895, colocadas em expositor com múltiplas peças do mesmo âmbito. A doação foi realizada pelo Capitão-tenente José António Afonso (combatente no mar).
Machadinhas
Conjunto de quatro (4) machadinhas, com trabalho de soldado indígena, de origem africana (possivelmente de origem moçambicana ou angolana) colocadas em expositor com múltiplas peças do mesmo âmbito. A doação foi realizada pela Sra. Júlia Sousa e Silva, esposa do Tenente-coronel Pedro Augusto de Sousa e Silva (1877-1930), que tem um historial biográfico de grande proximidade e passagens profissionais pelas colónias portuguesas em África.
Fotografia
Fotografias (2) da Comissão dos Padrões da Grande Guerra.
Máscara anti-gás de modelo inglês
Máscara anti-gás de modelo inglês utilizada na Primeira Guerra Mundial, com bolsa de lona. Contém a seguinte inscrição manuscrita na frente da bolsa: "C. F. P. B. S. C. F. 2.ª Compª. Sarg.to Neves". O ofertante, Joaquim Viegas Baptista, foi combatente na Primeira Guerra Mundial, em França.
Azagaias
Azagaias pequenas (2) em madeira e gumes metálicos.O ofertante foi combatente em África e França na 1ª Guerra Mundial.
Granada
Granada aérea (?), do período da Grande Guerra. Não existe informação sobre o processo de integração no acervo deste Museu.
Merci (1919)
Cópia de ilustração francesa "Merci", mostrando uma alegoria feminina da França, usando um gorro frígio e beijando na face um soldado francês. Louis Sabattier, 1919.
Espingarda
Com origem na localidade austríaca de Steyr, a marca de armas "Steyr Mannlicher" foi lançada em 16 de Abril de 1864 pelo industrial Josef Werndl e o seu irmão como uma fábrica de armas e serralharia, tendo sido mais tarde expandida para um grupo empresarial internacional com instalações na Áustria e nos EUA. A partir de 1885, as espingardas das Forças Austro-Húngaras foram equipadas com o sistema de repetição de tracção directa Mannlicher. As suas características permitiam que o atirador carregasse cinco ou mais cartuchos com apenas um aperto. Este sistema de carregamento também foi introduzido na Alemanha, Holanda, Bulgária, Roménia e França. Fonte: https://www.steyr-mannlicher.com. Tem gravado o nº A923.
Panfleto
Panfleto alemão de chamada de atenção para a utilização dos telefones, com o seguinte texto: "Atenção, o inimigo também ouve. 1- Na zona de escuta (até 3 km) a ligação telefónica só deve ser utilizada por oficiais ou por pessoal por eles autorizado. Fora pedidos de fogo, etc, a conversa só fechada (secreta) ou em código! Nenhuma conversa privada! Nenhum nome próprio! 2- As Divisões da Frente indicam-se secretamente! O inimigo conhece o nosso caderno chave! 3 - Nenhuma conversa! Nada de soletrar ou falar por meias palavras!". Impresso em 2/5/918.
Granada
Granada de mão alemã de modelo ovóide, do período da Grande Guerra. O ofertante foi combatente em França.
Cartaz publicitário
Cartaz publicitário "Comprai um capacete", de comemoração da Batalha de La Lys (9 de Abril de 1918) e Dia do Combatente. Este cartaz, assinado por Antunes e da responsabilidade da Liga dos Combatentes retrata, na sua figura a azul e branco, com o fundo a vermelho, um dos elementos que compõe o Monumento aos Mortos da Grande Guerra localizado na Avenida da Liberdade, em Lisboa. A impressão esteve a cargo da Lithografia Portugal em 1938, com uma tiragem de 3750 exemplares.
Catana
Catana em madeira (1 de 5), trabalho executado por soldados negros. O Tenente-coronel Pedro Augusto Sousa e Silva (marido da ofertante), foi combatente em África e antigo governador em Tete e Quanza.
Microfone
Microfone modelo "Belson", que era usado para a gravação de mensagens dos soldados que combatiam no Ultramar, para as suas famílias. O ofertante desempenha funções na Liga dos Combatentes.
Capacete alemão M1916 ou M1917
Capacete alemão em ferro de modelo M1916 ou M1917, utilizado na Primeira Guerra Mundial e ofertado por um combatente francês. Tem protecção interior em couro e correia com fivela ajustável (partida), presa ao interior por duas chapas com prego. Contém a seguinte inscrição no interior: "BF64". Este modelo de capacete foi produzido na Alemanha e utilizado na Primeira Guerra Mundial e Segunda Guerra Mundial.
Cartaz publicitário
Cartaz publicitário da extraordinária corrida de beneficência, promovida por uma Comissão da Liga dos Combatentes da Grande Guerra, que se realizou no dia 26 de Agosto de 1928 (Domingo), às 17H30. Cartaz composto pela Litografia Tejo, em 1928. Dividido em duas folhas, colorido, com a representação de um touro, um cavalo e de um campino, bem como a lezíria ao fundo.
Botas de cano baixo
Botas de cano baixo para soldado do período da Primeira Guerra Mundial, em couro, com pequenos apliques metálicos. A bota do pé esquerdo contém uma perfuração, possivelmente por ter sido colocada em manequim de exposição.